Voltando

Meus queridos e minhas queridas.

Por razões que até meu analista veio a desistir de mim, fiquei um tempo enorme afastada de tudo e de todos.

Senti uma falta imensa de vocês, dos recadinhos, dos e-mails.

Estou voltando aos poucos, revendo algumas coisas que devo excluir e outras que devo aproximar.

Peço desculpas à todas as pessoas que carinhosamente me mandaram e-mails e eu não respondi. Estou retornando, devagar, mas estou retornando.

Bjks cheias de saudades para todos vocês.

Micaella Soares

Anúncios
Published in: on janeiro 10, 2009 at 8:00 pm  Comments (3)  
Tags:

Ruínas

Agora é fato

minha família é como uma casa em ruínas.

De hoje em diante, somos apenas 3.

O desejo de voltar já não existe mais.

Published in: on julho 23, 2008 at 4:19 pm  Comments (9)  
Tags:

Same Mistake – James Blunt

Published in: on julho 15, 2008 at 4:53 pm  Comments (1)  
Tags: , , ,

Redescobrir um vício

Vou deixar tudo pra depois,

estou cansada e sem vontade de fazer nada.

O dia de hoje parece ser o mais longo de todos.

Vou ficar aqui pensando,

talvez encontre uma explicação.

Porque após 15 anos redescobri o meu vício?

Não sei, prefiro não pensar.

Micaella Soares

Published in: on julho 15, 2008 at 2:52 pm  Deixe um comentário  
Tags: , , , ,

Um tempo para mim

Algumas coisas precisam de organização,

minha vida,

meus sentimentos,

meus sonhos.

Talvez eu o faça,

talvez não.

Só o tempo dirá.

Micaella Soares

Desconheço o autor da fotografia.

Published in: on julho 15, 2008 at 2:36 pm  Comments (2)  
Tags: , ,

Preparei…

A música
As roupas
O vinho.

Estou faminta.
Estou com vontade,
muita vontade de você.

Joe Coker – Full Monty

Published in: on julho 4, 2008 at 3:49 pm  Comments (1)  
Tags: , , ,

Saudades de casa…

Hoje, a saudade de minha casa está batendo forte.

Sinto um aperto no coração.

Saudade de muitas coisas que me fazem bem

Não sei por quanto tempo conseguirei ficar aqui.

Mas ao mesmo tempo tenho medo de voltar.

Queria que as coisas fossem diferentes

Mas a perfeição está por demais longe de mim.

Aqui tenho meus amores, minha profissão

Mas parte de minha vida está longe de meu alcance.


Published in: on junho 26, 2008 at 2:26 pm  Deixe um comentário  
Tags: , ,

Why

Por quê?
Quantas vezes eu tenho que tentar lhe dizer
Que sinto muito pelas coisas que fiz?
Mas quando começo a tentar lhe dizer
É aí que você tem de me falar
Ei… esses tipos de confusão apenas começaram
Eu digo a mim mesma várias vezes
Por que você nunca aprende
A manter sua boca grande fechada?
É por isso que machuca tanto ouvir as palavras
Que continuam caindo de sua boca
Caindo da sua boca..
Diga-me… por quê

Posso estar louca
Posso estar cega
Posso estar sendo cruelmente má
Mas ainda posso ler o que você está pensando
E eu ouvi isto ser dito várias vezes
Que você estaria bem melhor sozinho
Além disso
Por que você não pode ver
Que este barco está afundando?

Vamos para a margem
Nós podemos nos livrar daquelas dúvidas
Certas coisas não devem ser ditas
Mas elas ainda me reviram por dentro
Revirando por dentro.. revirando por dentro..

Diga-me… por quê
Este é o livro que nunca li
Estas são as palavras que nunca falei
Esta é a trilha que nunca seguirei
Estes são os sonhos que sonharei ao invés
Esta é a alegria que é raramente espalhada
Estas são as lágrimas, as lágrimas que derramamos
Este é o sentimento
Este é o temor
Este é o conteúdo da minha cabeça
E estes são os anos que passamos juntos
E isto é o que eles representam
E é assim que me sinto
Você sabe como me sinto?
Porque eu acho que você sabe como eu me sinto
Acho que você sabe o que eu sinto
Por quê..
Acho que você não sabe o que eu sinto..
Você não sabe o que eu sinto.

Published in: on março 9, 2008 at 4:52 am  Comments (5)  
Tags: ,

Outro dia…

img219179_lady_crow.jpg

Não é o vento frio que congela meu corpo.

Pouco me importo com a janela aberta nesta noite gélida.

Hoje, eu queria ficar aquecida no colo de minha mãe.

Ouvir as histórias que ela contava para me fazer dormir.

Sentir suas mãos acariciando meu rosto enquanto olhava pra mim.

Me sentir amada.

Poderia ter ouvido a sua voz.

Mas o telefone calou quando eu falei.

Esse é apenas mais um dia

de muitos que já se foram

de muitos que virão.

A xícara de chá está fria,

o cigarro queimou sozinho.

Até quando irei suportar?

Vou fechar a janela,

vou deitar,

tentar dormir.

Amanhã será um outro dia.

Micaella Soares

Published in: on março 9, 2008 at 4:14 am  Comments (3)  
Tags: , ,

Nossos corpos…

alma.jpg

se unem, nossas almas se completam.
Published in: on março 6, 2008 at 1:34 pm  Deixe um comentário  
Tags: , , ,