Orgulho e Preconceito


Inglaterra, 1797. As cinco irmãs Bennet – Elizabeth (Keira Knightley), Jane (Rosamund Pike), Lydia (Jena Malone), Mary (Talulah Riley) e Kitty (Carey Mulligan) – foram criadas por uma mãe (Brenda Blethyn) que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai (Donald Sutherland). Quando o sr. Bingley (Simon Woods), um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy (Matthew Macfadyen). Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.

Elenco
Keira Knightley (Elizabeth Bennet)
Talulah Riley (Mary Bennet)
Rosamund Pike (Jane Bennet)
Jena Malone (Lydia Bennet)
Carey Mulligan (Kitty Bennet)
Donald Sutherland (Sr. Bennet)
Brenda Blethyn (Sra. Bennet)
Claudie Blakley (Charlotte Lucas)
Sylvester Morand (Sir William Lucas)
Simon Woods (Sr. Bingley)
Kelly Reilly (Caroline Bingley)
Matthew Macfadyen (Sr. Darcy)
Janet Whiteside (Sra. Hill)
Roy Holder (Sr. Hill)
Sinead Matthews (Betsy)
Rupert Friend (Sr. Wickham)
Tom Hollander (Sr. Collins)
Judi Dench (Lady Catherine de Bourg)
Alan Cumming (Mensageiro)

Published in: on janeiro 25, 2008 at 4:08 pm  Deixe um comentário  

I Like It



O Simbi sempre me agrada com belas imagens.

Via: Observatórium

Published in: on janeiro 25, 2008 at 4:03 pm  Comments (1)  

O Bico e a Pena

O bico e a pena contam-lhe os dedos
E o sorriso flui nos vidros cirandados.
Delicada gramatura e vida na ponta dos lábios.
Segredos aguados no escuro e no claro
— o espírito e ferrolho nos traços.
Outrora, pincéis calados batizam tintas
nas mãos ressecadas e folhagens são
tenras cúmplices de sinceras telas
sussurrando às sombras das paredes internas.
O arame forma-lhe à história
e o gesso a própria forma olvida.
O cinza cúmplice bebe seu nome na curva e a boca.
Na borra, a dança quase pronta.
Na terra, o vôo prometido.
E a pincelada vinga
a curva da rosa e a fenda da tulipa.
O carvão jamais confessa o gozo
e o pastel traça plena a fêmea:
Olha-me de novo.

Ana Magalhães

Published in: on janeiro 24, 2008 at 5:04 pm  Deixe um comentário